Início O Espiritismo ACOM DEDO DIJ
Início
O Espiritismo
ACOM
DEDO
DIJ
DEPAS
DAFA
DAE
DAPSE
CExecutivo
Biblioteca
Programação
Tesouraria
Agenda PL 2015
Secretaria
O Semeador
Palestras novembro 2017
História da Associação Espírita Paz e Luz

 

     A história da Associação Espírita Paz e Luz têm início no ano de 1981, na Travessa Nova Trento, Bairro Tristeza, em Porto Alegre-Rs, endereço da família de Hans Walter Witzgall e Ilda Hildebrand, que eram trabalhadores da Sociedade Espírita Círculo da Luz, do Bairro Teresópolis, Porto Alegre, RS.

     Eles e um grupo de amigos, vindos do Círculo da Luz e de outras casas espíritas, resolveram fazer o Evangelho no Lar na casa de Walter e Ilda. Num segundo momento, abriram os trabalhos ao público externo, com palestras e passes, orientação espiritual e evangelização, na garagem de sua casa.

     Cumpre-nos consignar alguns nomes desses trabalhadores, que ainda fazem parte da história de nossa Entidade: Maria Cristina dos Santos, Maria Aida Mucillo, Gerci de Menezes Varani, Maria Helena Marques, Vera Reis, Vanilda Cirne Preto e Marilene Nardi Pretto.

     O grupo também estudava a Doutrina Espírita, com base em um livro psicografado por Walter, o qual resolveu denominar o novo grupo de Centro Espírita Polo da Luz.

     Depois de algum tempo de funcionamento, Walter e Ilda transferiram domicílio para Erechim-RS, com o intuito de criar outra casa espírita com o mesmo nome. O grupo, então, passou a procurar outro local para dar continuidade aos trabalhos.

Em 1984 veio a instalar-se em uma casa alugada, situada na Av. Otto Niemeyer, 173, Bairro Tristeza, Porto Alegre, RS.

     Os trabalhos transcorreram normalmente, abertos ao público em geral, assim como os grupos de estudo da Doutrina Espírita, com base nas obras básicas de Allan Kardec e nas apostilas da FERGS.

     Foi então necessário dar um novo nome à sociedade, por sugestão de Walter.

Vários nomes foram sugeridos e colocados em votação. Venceu "Paz e Luz", nome sugerido por algumas companheiras, em função de que várias mensagens dos mentores da casa, terminavam com essas palavras, “Paz e Luz”.

     Desta forma, nasce informalmente a Sociedade  Espírita Paz e Luz.

     O tempo passou e o grupo resolveu formalizar a criação da nova Sociedade. Era necessário fazer um anteprojeto de estatuto, no que foram auxiliados pelo Sr. Sady Salatino, Presidente da Sociedade Espírita Círculo da Luz.

     Convocada a Assembleia Geral Extraordinária, em 18 de junho de 1988, formaliza-se a criação da Sociedade  Espírita Paz e Luz, contando com a presença de 30 (trinta) companheiros de ideal. Aprovado o Estatuto Social, foi eleita a nova diretoria, tendo como presidente Gerci de Menezes Varani e vice-presidente, Máximo Rodrigues Carreira, além dos membros do Conselho Fiscal e suplentes. A presidente eleita, no ato, nomeou os demais cargos da diretoria. O extrato do Estatuto Social foi publicado no Diário Oficial do dia 30/06/1988, quinta-feira, pág. 6.

     O primeiro Regimento Interno foi aprovado em reunião de diretoria do dia 09/08/1988.

     Emissários da FERGS visitaram a Casa em diversas oportunidades, verificando "in loco" a adequação dos trabalhos à integridade da Doutrina Espírita. A filiação à Federação Espírita do Rio Grande do Sul - FERGS - deu-se em 10/12/1991. O certificado de filiação foi conferido por Jason de Camargo, presidente da Federação à época.

     As atividades persistiram por alguns anos na Av. Otto Niemeyer 173, possibilitando a captação de recursos financeiros através de chás, almoços, jantares e venda de artesanato de porta em porta, visando à aquisição de nova sede, já que o imóvel era alugado.

     A providência mostrou-se acertada, pois algum tempo depois o proprietário da casa desencarnou e seus filhos postularam um aumento no valor do aluguel, tornando-se inviável a permanência no local.

     A procura por um novo local intensificou-se, até que surgiu uma oportunidade na então Aldeia SOS (hoje Aldeia da Fraternidade), localizada na Rua Dona Paulina, 700, no bairro Tristeza, Porto Alegre-Rs, em março de 1997, quando o grupo de trabalhadores foi acolhido, sem nenhum custo, pelo presidente da instituição à época, Sr. Aldo Flores Ferreira.

     Os eventos arrecadatórios se intensificaram, porque era consenso que a Sociedade  Espírita Paz e Luz necessitava de sede própria.

     Algum tempo depois, surgiu a possibilidade de compra de um pequeno terreno localizado na Rua Dr. Pereira Neto, 1737, fundos, bairro Camaquã. O terreno foi então adquirido em novembro de 1998, onde foi construída a nova sede - uma casa pequena de madeira, ampliada posteriormente.

     Em 25/06/2001 e 09/07/2001, em Assembleia Geral Extraordinária, foram aprovados, respectivamente, o novo Estatuto Social e o Regimento Interno da Sociedade Espírita Paz e Luz.

     Em 10/11/2003, em Assembleia Geral Extraordinária, o Estatuto foi alterado, por força do novo Código Civil Brasileiro, passando a denominar-se Associação Espírita Paz e Luz.

     Desde então a Associação Espírita Paz e Luz atua no mesmo endereço tendo recentemente inaugurado as novas instalações físicas no mesmo local, cujo prédio foi inaugurado em 04/08/2013, com a ajuda e a colaboração de vários irmãos simpáticos à causa espírita e a comunidade já está usufruindo mais conforto e espaço adequado.


**********


Presidentes da Associação Espírita Paz e Luz,

desde a sua criação em 18/06/1988:

 

1. Gerci de Menezes Varani;

2. Maria Aida Mucillo;

3. Otaviano Peixoto de Freitas;

4. Ronaldo Ely Pereira dos Santos

5. Vilson Schmidt Silva;

6. Catarina Sutério Pavani;

7. Maria Aida Mucillo;

8. Maria Helena da Silva Marques;

9. Marisa Pimentel de Vargas;

10. Marelisa Salviano Luisi

 

 

 

 

 


 

 

 

Site Map